13 de março de 2009

O tempo não espera ninguém

çlslks Tempo de fazer escolhas, tempo de abrir mão, tempo de viver o que tem e esquecer o que passou, tempo de perdoar, tempo de ser duro, tempo de resistir. Tudo tem seu tempo, mas nada escapa da prova do tempo, porque o tempo é o mesmo, não há um tempo pra cada um, o tempo é o mesmo. O mundo só existe por que o tempo é igual, todos ao mesmo tempo tomam decisões e giram a roda da fortuna e do amor.

O tempo é um sábio ancião sentado sob a cachoeira a observar os jovens aprendendo a nadar, a água passa sobre o seu rosto enchendo a lagoa e nos envolvendo mas ele continua lá e a água corre. É tempo de aprender a nadar e escalar a cachoeira, acompanhar e não morrer afogado enquanto a água passa sobre nossos corpos.

Assim como a água em uma cachoeira o tempo não volta, é sempre diferente, uma vez passado, não volta mais, as lembranças ficam, mas não dá pra reviver, trocar, fazer diferente, porque é tempo de aproveitar o tempo e tentar resolver o que o passado deixou. O que é passado é velho, é antigo, não quer dizer mais nada, não diz nada.

Um tempo é muito tempo pra quem sabe o que quer, mas o tempo é pouco tempo quando se quer o que não pode ter. O ancião olha esperando ser seguido, o tempo é um sábio amigo e professor que precisa ser ouvido e acompanhado, ele não espera, ele não descansa, ele não pára pra experimentar, nós paramos pra experimentar.

Esse tempo é o implacável acusador e o defensor. O tempo, o ancião, o amigo e professor caminham e não voltam. Olhar pra traz é perder tempo, perder tempo é deixar o tempo passar. Ele não espera ninguém, não suporta demoras, a hora é na hora em que o tempo é agora, porque o tempo não espera ninguém e quem espera o tempo passar vê a vida da janela e a flor desabrochar na sacada, mas não anda e não rega.

5 comentários:

Calila das Mercês disse...

Olá Tiago! Tudo bem?
Vi seu rosto nos acompanhantes da Solange e resolvi ver quem você é...
Começo dizendo que me encantei bastante com sua descrição sobre quem é você. Tem muita coisa que se encaixa igualmente comigo. Porém não sou taurina...

Hum... Sobre este post. Confesso que há tempos não havia pensado no tempo. E hoje tanto a Solange quanto você me fizeram pensar enquanto o mesmo passa despercebido por nós.
Penso muito no presente momento e isso acho ser bom! O que você acha?

Saudações da baiana.

P,S.: Ah... linkei seu blog no meu e seguirei aqui, tá certo!?

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Tiago, o tempo não espera ninguém, mas faz história em cada um de nós.

Maravilhosa semana

=]

Rebeca

-

Annie Manuela disse...

Como diz o cazuza: "O tempo ñ para". Viver intensamente o presente e tentar ao menos se preparar pro futuro é a melhor saída...

Bjks.

amo_teusorriso disse...

o tempo... é engraçado como o mesmo pode se traduzir em diferentes tempos se vivido por diferentes pessoas... um espaço de tempo pode ser vivido de várias formas... e os períodos do tempo podem ser encarados como agente escolhe... então não é totalmente verdade que o tempo é sempre o senhor da razão... talvez com o passar do tempo nós possamos com mais clareza saber de quem é a razão... mas é bem verdade que nós também podemos fazer ou ser a razão desse tempo... como aprendi com uma grande amigo... tudo é uma questão de "peso" e de ponto de vista... o certo é que com o tempo a gente aprende a administrar melhor "os tempos" de nossas vidas...

Daigleíne Cavalcante

Camisinha.com disse...

o tempo salva!

que lindo

!